Províncias

Jovens empreendedores encorajados

O vice-governador provincial para o sector económico da província de Malanje  defendeu domingo, na cidade de Malanje, a necessidade de os jovens empreendedores dos diferentes ramos de negócios canalizarem o seu potencial criativo e produtividade em prol do desenvolvimento socioeconómico do país.

Executivo tem prestado uma especial atenção aos jovens em vários domínios
Fotografia: Eduardo Cunha

Domingos Eduardo, que falava durante a cerimónia de encerramento da terceira Feira Regional do Auto-emprego e Empreendedorismo , destacou que o certame foi  frutífero e demonstrou efectivamente o interesse dos jovens em empreender, tendo em conta o nível de adesão dos mesmos no evento.
A vontade de empreender é insuficiente para que um projecto prospere, daí   a necessidade de se dar os primeiros passos, de modo a materializa-los, disse
Domingos , que descreveu o empreendedorismo como  um conjunto de iniciativas, atitudes e posturas de inconformismo perante situações que constituem obstáculos para a criação de um negócio próprio.

Apoio do Executivo


O Executivo tem prestado uma especial atenção aos jovens pela sua contribuição e responsabilidade na continuidade do processo de estabilidade social e económica, rumo ao desenvolvimento do país, explicou o vice-governador provincial para o sector económico da província de Malanje.   “O Estado tem criado políticas e implementado programas orientados para a satisfação desta franja da sociedade”, salientou, realçando que tal esforço se deve traduzir no comprometimento e engajamento dos jovens em todas as tarefas que concorram para o desenvolvimento de Angola.
O coordenador Nacional do Fórum Angolano de Jovens Empreendedores (FAJE), Alberto Mendes, mostrou-se satisfeito com o nível de adesão da população à feira, uma vez que mais de dez mil visitantes afluíram ao certame.O nível organizacional, assim como outros aspectos como o intercâmbio entre os participantes e o envolvimento dos associados, ultrapassaram as expectativas do Fórum Angolano de Jovens Empreendedores, o que vai certamente motivar a instituição a continuar a desenvolver trabalhos do género ao nível de outras regiões do país, disse Alberto Mendes.
Participaram da terceira Feira Regional do Auto-emprego, para além de Malanje, as províncias do Cuanza Norte e Uíje, num total de 150 expositores.

Tempo

Multimédia