Províncias

Juventude quer diversificação de cursos superiores

Francisco Curihngana | Malanje

Jovens dos vários estratos sociais, em Malange reuniram-se quinta-feira com o governador Boaventura Cardoso, para abordar questões de actualidade.

Jovens que participaram no encontro
Fotografia: Jornal de Angola

Jovens dos vários estratos sociais, em Malange reuniram-se quinta-feira com o governador Boaventura Cardoso, para abordar questões de actualidade.
Durante o encontro que envolveu responsáveis da juventude na província, o governador Boaventura Cardoso começou por manifestar a sua inquietação perante a perda de  valores morais na sociedade angolana, perda essa que, na sua grande maioria, envolve a camada juvenil.
Para o governante, a guerra que assolou o país durante muitos anos contribuiu negativamente para a presente situação, razão pela qual, todas as forças vivas da sociedade são chamadas a conjugar esforços no sentido da sua reposição.
Boaventura Cardoso falou do elevado índice de violência doméstica e pediu o envolvimento das estruturas competentes, no sentido de ajudarem o Governo e a sociedade a debelar tais comportamentos que em nada dignificam a sociedade angolana.
Ainda na prespectiva do Governador Cardoso, em muitos casos os jovens deixam-se levar pelas influências de conteúdos exibidos na televisão e na Internet – razão pela qual, é importante que os jovens saibam fazer a escolha, porque “nem tudo o que vemos na Internet é mau, o importante é saber escolher”.
Criticou o comportamento de alguns jovens que se envolvem em acções de vandalismo, na banalização das acções do Governo, na destruição de algumas infra-estruturas recuperadas pelo Estado - o que na óptica do governante, “não dignifica em nada os actores de tais práticas”.
O chefe do executivo da província de Malange sublinhou que a guerra que o país viveu deixou muitas sequelas, mas “o executivo tudo vai fazer para que a juventude possa ter melhores dias”. Visando a ocupação dos tempos livres da juventude, referiu-se aos locais de lazer, tendo concluido na necessidade de recuperar os cines Turismo e  Maxinde, entre outros.
 
Ensino Superior
 
Entre os variadíssimos temas abordados, o que mais dominou o encontro, foi o do  ensino superior na província - onde apenas existe a Faculdade de Medicina. Os jovens que desejem dar continuidade aos seus estudos devendo deslocar-se às províncias de Luanda, Kwanza-Norte ou Uíge. Um desafio nem sempre ao alcance de todos.
Os jovens presentes pediram ao executivo, a diversificação de opções académicas, no sentido de possibilitar o ingresso dos jovens de Malange no ensino superior, pudendo desta forma melhor contribuir na reconstrução do país.
O governador Boaventura Cardoso assegurou à juventude de que o Governo angolano está atento à situação, pudendo Malange vir a contar em breve com a diversificação de  cursos - já que num passado recente, a província foi uma região académica que chegou a acolher estudantes oriundas de várias províncias do país.

Tempo

Multimédia