Províncias

Mais contentores de lixo para a cidade de Malanje

Filipe Eduardo| Malanje

A cidade de Malanje vai dispor, nos próximos dias, de mais 500 novos contentores para deposição de resíduos sólidos, com vista a dar outra dinâmica ao processo de limpeza e saneamento básico da capital da província.

População tem à disposição novos meios para manter a cidade de Malanje sempre limpa
Fotografia: Filipe Eduardo

Há uma semana, a cidade recebeu 100 novos contentores, informou o administrador municipal de Malanje, Osvaldo Naval dos Santos, para quem a entrada em funcionamento de novos contentores tem um significado importante por se tratar de uma acção ligada ao saneamento básico.
Osvaldo dos Santos considera o saneamento da cidade como uma das grandes prioridades da administração, para o presente ano. Salienta que “a questão da limpeza e saneamento não é tarefa única das autoridades, nem da operadora de recolha de lixo, mas de todos os habitantes”.
O administrador reconhece que é da responsabilidade das autoridades municipais pôr à disposição da população os meios para que os habitantes possam dar o destino adequado ao lixo que produzem em suas casas e nos estabelecimentos comerciais, hospitalares, escolares e outros. Sobre a sensibilização das populações, Osvaldo Naval disse que, no acto de lançamento dos 100 contentores, a Administração Municipal fez a entrega de sacos para deposição do lixo e promoveu mensagens sobre os cuidados a ter com o manuseamento dos resíduos sólidos. O administrador de Malanje anunciou que uma segunda operadora vai entrar em funcionamento na cidade para que o processo de limpeza e saneamento seja mais eficaz no centro e nos bairros suburbanos.
Para o responsável da única operadora de recolha de lixo, a JODGAS, João Diogo Gaspar, a entrada ao serviço de novos contentores vai facilitar a tarefa, porque o exíguo número destes meios obrigava os moradores a depositarem o lixo no chão.
João Gaspar defende a ideia de que as autoridades devem adoptar medidas punitivas aos que inviabilizam a organização da cidade e não respeitem as normas de boa convivência.
A Miss Malanje, Marcela Cristóvão, prometeu igualmente apoiar a Administração Municipal na sensibilização da população, uma vez que considera que a luta contra o lixo depende, em grande escala, da mentalidade dos citadinos.

Tempo

Multimédia