Províncias

Mais unidades sanitárias em Malange

 Até ao final do ano são inauguradas 16 unidades sanitárias em vários municípios de Malange, um dos quais o hospital de Calandula já este mês, revelou, à imprensa, a directora provincial da Saúde.

 Até ao final do ano são inauguradas 16 unidades sanitárias em vários municípios de Malange, um dos quais o hospital de Calandula já este mês, revelou, à imprensa, a directora provincial da Saúde.
Lazina Cruz disse que estão a ser reabilitados sete hospitais municipais e vários postos médicos e casas para os técnicos de saúde para “garantir uma assistência de melhor qualidade à população e elevar a cobertura sanitária”.
A província, afirmou, tinha há quatro anos 123 unidades sanitárias funcionais e hoje Malange tem 159. A grande prioridade do Executivo e do Governo Provincial, referiu, é levar os serviços de saúde a toda população e melhorar as condições de trabalho dos técnicos de saúde.Lazina Cruz declarou que os cursos de promoção são outra aposta:  “Temos a escola técnica de saúde e a perspectiva é que até 2014 a província já não tenha técnicos de enfermagem de nível básico”.
A directora provincial disse estar optimista quanto à elevação do nível académico dos profissionais de saúde, com a saída, no próximo ano, dos primeiros licenciados da Faculdade de Medicina em Malange. “Se há quatro anos a província tinha 72 médicos, hoje tem 114 e pensamos aumentar em breve o número com os futuros licenciados”,  afirmou.

Tempo

Multimédia