Províncias

Malange tem nova instalação prisional

Luísa Victoriano | Malanje

Uma nave destinada a acolher cerca de 200 reclusos foi inaugurada, na semana passada, na comarca provincial de Malange, em cerimónia presidida pelo ministro do Interior, Roberto Leal Monteiro.

Momento em que o ministro do Interior procedia a inauguração da nave prisional
Fotografia: Edgar dos Santos

Uma nave destinada a acolher cerca de 200 reclusos foi inaugurada, na semana passada, na comarca provincial de Malange, em cerimónia presidida pelo ministro do Interior, Roberto Leal Monteiro.
 A inauguração desta nave, que se junta às outras duas já existentes, consta do programa de modernização e desenvolvimento do MININT, com vista a proporcionar um melhor alojamento aos reclusos. Os serviços prisionais de Malange têm actualmente 464 reclusos de diversas províncias, sendo 308 condenados e 158 detidos a cumprir prisão preventiva. Deste número, três são estrangeiros.
O ministro Roberto Leal Monteiro patenteou e distinguiu 106 efectivos dos Serviços de Migração e Estrangeiros e dos Serviços Prisionais.
O acto ocorreu à luz do artigo 137 da Lei Constitucional e da ordem de serviço nº00452008/10, datadas de 16 e 23 de Abril, respectivamente, assinadas pelo ministro do Interior, assim como ao abrigo da linha A do artigo 18º e do decreto 41, de 25 de Agosto de 2009 e de 14 de Setembro do mesmo ano.
Na direcção provincial dos serviços prisionais foram patenteados especialistas prisionais de 3ª e 2ª classes, controlador prisional de 1ª e 2ª classes, reeducador prisional superior, chefe de guarda de 1ª e 2 ª classes, oficial de guarda de 3ª classe e agente prisional principal.
Os efectivos dos SME foram patenteados nos cargos de primeiro assessor, inspector de 1ª classe principal, sub-inspector, oficiais de migração de 3ª classe e sub-oficial de segunda classe. 
Durante a cerimónia, o titular da pasta procedeu à abertura da campanha nacional de prevenção do VIH/Sida na unidade da Polícia de Intervenção Rápida (PIR/Malange). Roberto Leal Monteiro disse que a campanha, que vai ser estendida a todas as unidades policiais do país, vai permitir a prevenção da endemia no seio dos efectivos.
O ministro visitou igualmente o centro regional de formação de polícia, localizado no município de Cacuso, a cerca de 72 quilómetros da cidade de Malange.
Um total de 2.500 ligações domiciliárias e 47 fontanários públicos foram instalados na periferia da cidade de Malange.
O facto foi anunciado durante a segunda reunião ordinária do Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social, orientada pelo governador Boaventura Cardoso, onde foram apreciados e discutidos assuntos ligados ao processo de abastecimento de energia eléctrica e de água potável na região.
Nesta altura, vários projectos estão a ser levados a cabo, principalmente os que visam a reabilitação e expansão da rede. Estes programas vão beneficiar cerca de 12 mil consumidores.

Tempo

Multimédia