Províncias

Malange tem orgulho no seu pavilhão

Filipe Eduardo e Venâncio Victor | Malange

A província de Malange conheceu este ano grandes realizações de âmbito social que contribuíram de forma significativa para a melhoria das condições de vida de um milhão de pessoas.

Pavilhão é considerado a melhor infra-estrutura construída na região após a Independência
Fotografia: Filipe Eduardo|Malange

Educação, saúde, água, desporto e reabilitação de estradas são os que conheceram mais desenvolvimento, ao longo do ano em curso.
No sector da Educação foram matriculados este ano 240 mil alunos do ensino primário, primeiro e segundo ciclo e no ensino técnico profissional, contra 160 mil do ano anterior. O programa de alfabetização e aceleração escolar absorveu 54 mil alunos contra os 40 mil no ano de 2012. 
O sector da Saúde, que em 2001 tinha quase todas as suas infra-estruturais municipais destruídas, conta actualmente com 159 unidades sanitárias funcionais, um terço das quais foram construídas no ano em curso. A rede sanitária primária tem19 centros de saúde e 123 postos médicos, enquanto a rede secundária tem 14 hospitais municipais, um em cada município. Três hospitais, sendo um regional com várias especialidades, uma maternidade e o sanatório fazem parte da rede terciária.
O abastecimento de água melhorou consideravelmente com o aumento de 35 quilómetros de rede, correspondentes a  2100 novas ligações. A primeira fase do projecto de construção das infra-estruturas integradas de Malange cuja primeira pedra foi lançada em 2011, foi concluída este mês de Dezembro e contempla a construção de estradas, sistemas de saneamento básico da cidade de Malange, sistema de distribuição de água, mil ligações domiciliárias de energia eléctrica, o que está a contribuir para a melhoria da imagem da sede provincial.   No sector da energia eléctrica, foram  adquiridos nove grupos geradores para a central térmica de Malange, com a capacidade de 1.200 KVA cada, que reforçaram o abastecimento de energia à cidade e arredores, uma realidade que pôs fim às restrições que se registavam.
 No domínio do desporto, a província ganhou um pavilhão gimnodesportivo com capacidade para três mil espectadores, considerada a melhor infra-estrutura desportiva construída na província após a Independência Nacional, que acolheu em Agosto do presente ano o torneioi, Troféu José Eduardo dos Santos, “Taça Zé Dú”.
 Foi reabilitado o campo de jogos Valódia e construídos campos desportivos nos municípios. Quanto às infra-estruturas rodoviárias, destaca-se a conclusão da estrada nacional que liga os municípios de Cacuso a Calandula, passando pela comuna de Suqueco, numa extensão de 50 quilómetros. Salienta-se ainda a asfaltagem de mais de 30quilómetros da estrada que liga os municípios de Cunda dia Base a Marimba, na Baixa de Cassanje.
O troço que liga a cidade de Malange a Cahombo, passando por Kiwaba Nzozi, está a beneficiar de obras de terraplanagem e alfaltagem. O troço que liga o sector de Mussolo a Cambundi Catembo está em obras.

Tempo

Multimédia