Províncias

Malanje acelera redução do índice de analfabetos

Venâncio Victor| Malanje

A província de Malanje vai continuar a empreender acções para diminuir, no mais curto espaço de tempo, a actual taxa de analfabetismo local, estimada em cerca de 50 por cento,  disse ontem o director provincial da Educação.

Fotografia: Nilo Mateus| Edições Novembro

Gabriel Boaventura infornou que as autoridades provinciais estão bastante preocupadas, dai o reforço da formação de alfabetizadores para assegurar que mais de 15 mil pessoas aprendam a ler e a escrever até o fim do ano.
O director provincial da Educação apelou às organizações políticas, religiosas e da sociedade civil para se juntarem aos esforços das autoridades para  esta cifra ser atingida.
O director da Educação manifestou-se satisfeito pelo grupo de membros do partido MPLA ter se juntado aos esforços do Governo Provincial de Malanje, para contribuir na redução dos índices de analfabetismo da população.
Um grupo de mais 50 alfabetizadores dos comités de acção do MPLA terminam hoje um seminário de capacitação sobre técnicas pedagógicas, para reforçar as acções a nível da província de Malanje.
Gabriel Boaventura exortou ao Comité Municipal do MPLA para que continuem a realizar actividades que façam crescer a província no sector da educação.
“Aprender a ler e a escrever é aprender a andar e a crescer”, disse Gabriel Boaventura ao encerrar a sua intervenção.
Durante três dias, os participantes abordam matérias relacionadas com o sistema de aprendizagem, etapas da aprendizagem, sistema de avaliação e trabalho com documentos normativos de programas,.

OGE é tema de seminário

Membros da sociedade civil, associações de camponeses, quadros da Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), em Malanje, participaram na quarta-feira, num seminário sobre o Orçamento Geral do Estado (OGE).
Promovido pela ADRA-Antena Malanje, o encontro visa contribuir para um maior conhecimento das políticas orçamentais, leis e mecanismos de participação dos cidadãos no ciclo orçamental.
Participaram no  seminário representantes de igrejas, jornalistas e agricultores oriundos dos municípios de Calandula, Kiwaba Nzoje, Quela, Cangandala e Cacuso.
A acção aconteceu no Centro de Investigação Agronómica da província de  Malanje, localizado no bairro da Cangambo.

Tempo

Multimédia