Províncias

Malanje acolheu semana científica

Luisa Victoriano | Malanje

O vice-governador  da província de Malanje para o Sector Político e Social, Manuel Campo, enalteceu,naquela cidade, o desempenho dos  profissionais do  Centro de Investigação, Informação de Medicamentos e Toxicologia (Cimetox) da Universidade Lueji a’Nkonde,

Vista parcial da cidade de Malanje onde foram realizadas jornadas científicas da Lueji a’Nkonde
Fotografia: Eduardo Curihingana

pelo empenho desenvolvido na conquista de medalhas durante a 68ª Feira Internacional de Ideias, Inovações e Novos Produtos, em Nuremberga, Alemanha.
O governante, que discursava no acto de abertura da Semana Científica, promovida pela Faculdade de Medicina e pelo Cimetox, que decorreu  sob o lema, “Os feitos da investigação cientifica como contributo na formação integral do homem”, referiu que os prémios resultam de um trabalho de investigação científica, desenvolvido pela Faculdade de Medicina de Malanje, em parceria com o Instituto Butanã, do Brasil, e o laboratório de toxicologia da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (Portugal).
Manuel Campo encorajou os profissionais a continuarem com o mesmo empenho, para contribuírem para o crescimento do centro e da província de Malanje no campo investigativo.
“No quadro da Universidade Lueji a’Nkonde, a Faculdade de Medicina de Malanje ocupa um lugar especial e de grande importância estratégica para o desenvolvimento da região, na formação de quadros qualificados, contribuindo deste modo  para o desenvolvimento do sector da saúde”, sustentou.
Por seu turno, o vice-reitor da Universidade Lueji a’Nkonde para os Assuntos Académicos, Gilberto Yongola, disse que a Semana Científica se enquadrou nas comemorações do 5º aniversário  do Centro de Toxicologia, assim como da Universidade Luegi a’Nkonde
Gilberto Yongola disse que a realização da Semana Científica permitiu  analisar os trabalhos científicos feitos pelos estudantes da referida universidade. O vice-reitor salientou que a Universidade Lueji a’Nkonde conta  com uma editora, um centro de investigação e informação dos medicamentos e assessoria jurídica, na província da Lunda Norte. Assegurou que a universidade já formou 254 licenciados, 43 médicos na Faculdade de Medicina, 27 licenciados na Faculdade de Economia, 23 no curso de Direito e 204 licenciados em Ciências de Educação.
Durante dois dias, os participantes analisaram os resultados do Cimetox nos cinco anos da sua existência na província de Malanje, o seu impacto na comunidade, os novos desafios, investigação e projectos  científicos, formação sobre recursos humanos, atenção integral da família, da mulher, da criança, saúde reprodutiva, assim como a contribuição dos centros de toxicologia nos domínios da saúde, defesa e segurança do país.

Tempo

Multimédia