Províncias

Malanje direcciona verbas à área de produção alimentar

O Governo da Província de Malanje prioriza no exercício financeiro de 2016 acções tendentes à produção de bens e implementação de políticas que visam a diversificação da economia, refere o comunicado final da I sessão ordinária do Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social de Malanje, decorrida segunda-feira na cidade de Malanje.

Acções das autoridades passam pelo desenvolvimento da produção agrícola e do rendimento familiar para a auto-suficiência alimentar
Fotografia: José Soares

O documento indica que as acções passam pelo desenvolvimento da produção agrícola e da renda familiar para a auto-suficiência alimentar e reorientação para o mercado, fomento da silvicultura, criação de espécies animais de pequenos, médio e grande parte, entre outras.
Além da diversificar a economia, tais medidas pretendem reduzir as importações e contribuir para o bem-estar dos cidadãos, garantindo o auto-sustento alimentar da população.
No sector da juventude, destaca o comunicado, o Governo prevê facilitar a inserção de jovens no mercado de trabalho, melhorar a qualidade de vida dos mesmos e promover a sua participação nos grandes objectivos da democracia participativa e de desenvolvimento social.
Consta ainda das prioridades para neste domínio, a massificação da actividade desportiva, através do apoio as práticas das várias modalidades, com vista a contribuição da província no desenvolvimento do tecido desportivo do país. O Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social de Malanje concluiu haver necessidade de todos os sectores sociais intensificarem as campanhas de resgate dos valores cívicos, morais, ambientais e culturais, bem como a elevação da consciência jurídica dos cidadãos, como elementos fundamentais para a preservação da paz, unidade e reconciliação nacional. No que toca ao Ambiente, o encontro concluiu que um dos principais objectivos do plano de acção provincial para esta área é a gestão de resíduos urbanos, que passa pelo encerramento de lixeiras e a recolha gradativa do lixo espalhado pela cidade de Malanje e pelos municípios.
A reunião do Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social de Malanje analisou aspectos relacionados com o balanço do programa de combate à fome e à pobreza de 2015, a actual situação do projecto de casas sociais e dos 200 fogos por município, o Orçamento Geral do Estado (OGE) da província e as acções para 2016. A sessão, orientada pelo governador provincial, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, na condição de presidente do conselho, teve a participação de directores e delegados provinciais, administradores municipais, assessores e outros membros do Governo, bem como representantes da sociedade civil, religiosos e partidos políticos.

Tempo

Multimédia