Províncias

Malanje privada de água

A cidade de Malanje está privada desde do fornecimento de á­gua potável, devido aos trabalhos de montagem de duas bombas e substituição da conduta na Central de Captação, Tratamento e Distribuição de Água da Guiné.

A central de captação está em reabilitação
Fotografia: Genivaldo da Fonseca

O administrador para a área técnica da Empresa de Saneamento de Águas de Malanje, Óscar Tavares Ferreira, disse ao Jornal de Angola que o corte de água foi necessário para permitir que os técnicos trabalhem sem constrangimentos e com segurança, durante a montagem dos equipamentos. As bombas têm a capacidade de 575 metros cúbicos e vão funcionar faseadamente. Os equipamentos que são instalados na Central de Captação, Tratamento e Distribuição de Água vão reforçar as três bombas já em funcionamento, com capacidade de 575, 145 e 288 metros cúbitos. Quanto aos bairros do Campo da Viação, Carreira de Tiro e Cangambo, que ainda não beneficiam de água potável, Óscar Ferreira assegurou que estão em curso trabalhos de ligações domiciliares. A Empresa de Saneamento de Água, actualmente com 6.330 ligações domiciliares

Tempo

Multimédia