Províncias

Milhares de partos em Malange

Venâncio Víctor | Malange

A maternidade provincial de Malange registou, no ano passado, 5.640 partos, revelou segunda-feira, ao Jornal de Angola, a sua administradora.

A maternidade provincial de Malange registou, no ano passado, 5.640 partos, revelou segunda-feira, ao Jornal de Angola, a sua administradora.
Conceição Campos disse que houve 535 nados mortos e que 780 parturientes foram submetidas a cesariana.
A maternidade registou, também, o internamento de 11.674 parturientes e de 535 abortos, 36 dos quais provocados pelas próprias grávidas, ingerindo fármacos e medicamentos tradicionais.
Os abortos provocados, afirmou Conceição Campos, contribuíram, em 2010, para o aumento dos casos, 82, de mortalidade materna.
A maternidade provincial, que funciona numas das dependências do Hospital Geral, tem 60 camas, número que a administradora considera insuficiente.
As obras das novas instalações, de cinco pisos, com capacidade para mais de cem parturientes, encontram-se em fase de conclusão.
As mulheres grávidas, ainda de acordo com a administradora da maternidade do hospital provincial, têm sido aconselhadas a irem regularmente às consultas pré-natais.

Tempo

Multimédia