Províncias

Mordeduras de cães raivosos causam mortes em Malange

Luísa Victoriano | Malange

Pelo menos dez pessoas morreram depois de serem mordidas por cães raivosos, nos primeiros cinco meses deste ano, nos municípios de Malange e Calandula.

Vai decorrer de 14 de Junho a 28 de Agosto mais uma campanha de vacinação contra a raiva
Fotografia: Kindala Manuel

Pelo menos dez pessoas morreram depois de serem mordidas por cães raivosos, nos primeiros cinco meses deste ano, nos municípios de Malange e Calandula.
De acordo com o chefe do departamento provincial do Instituto dos Serviços de Veterinária de Malange, Luís Mourão Capitia, no referido período, os cães afectados pela raiva morderam 710 pessoas. Esta situação está a preocupar as autoridades sanitárias da região, razão pela qual, entre Janeiro e Maio, foram realizadas campanhas de vacinação contra a raiva, tendo sido inoculados 4.422 animais (macacos, cães e gatos). As campanhas decorreram nas sedes municipais de Malange, Cacuso, Kangandala, Kalandula e Caculama, bem como nas comunas do Cota e Cuale, disse Luís Capitia.
O responsável defendeu a necessidade da criação de condições, através de meios apropriados, para a recolha de cães existentes nas artérias da cidade de Malange e nos bairros periféricos
Luís Capitia revelou que vai decorrer, de 14 de Junho a 28 de Agosto, mais uma campanha de vacinação contra raiva, prevendo-se vacinar mais de 15 mil animais.
Para a realização da referida campanha estão preparadas quatro mil doses de vacinas contra raiva e outras dez mil de carbúnculo temático. Segundo o responsável, além destas, a serem utilizadas na referida campanha, a província vai precisar ainda de outras sete mil doses, tendo em conta a necessidade de se expandir esta acção até às localidades que fazem fronteira com outras províncias e com a República Democrática do Congo.
O chefe de departamento pediu aos donos de cães, gatos e macacos para se dirigirem aos postos de vacinação para que estes animais sejam imunizados e se garanta a erradicação da raiva na região.

Tempo

Multimédia