Províncias

Mulheres empreendedoras aumentam conhecimentos

Adelino Ngunza | Malange

O governo da província de Malange quer ver mais mulheres empreendedoras em todos os ramos da vida comercial, engajando-se cada vez mais nos programas do combate à pobreza, disse a vice-governadora para os Assuntos Políticos, Alice Dias Van-Dúnem, quando procedia ao encerramento do seminário de capacitação das mulheres empresárias (ASSOMEGE), que decorreu de 3 a 5 deste mês.

Empreendedoras pedem mais formação para melhor participarem no mundo de negócios
Fotografia: Jornal de Angola

O governo da província de Malange quer ver mais mulheres empreendedoras em todos os ramos da vida comercial, engajando-se cada vez mais nos programas do combate à pobreza, disse a vice-governadora para os Assuntos Políticos, Alice Dias Van-Dúnem, quando procedia ao encerramento do seminário de capacitação das mulheres empresárias (ASSOMEGE), que decorreu de 3 a 5 deste mês.
Alice Van-Dúnem apelou às associadas a aplicarem na prática os conhecimentos adquiridos ao longo da formação, tendo recordado que no mundo de negócios é preciso saber fazer para melhor servir.
As nossas empresárias, disse a governante, devem estar dotadas de conhecimentos práticos para melhor descobrirem os fenómenos que ocorrem no mundo de negócios e esta é a melhor forma de apoiar os programas do Governo no combate à redução da pobreza. “Muitas de vocês trabalham no meio rural e é preciso, no exercício da vossa actividade empreendedora, não se esquecerem de diferenciar a qualidade e a quantidade do serviço que prestam ao consumidor”, disse Alice Dias Van-Dúnem.
A presidente da ASSOMEGE, Ana António José, garantiu que a organização que dirige está a trabalhar para inserir mais mulheres no mundo de negócios.
Ana José apelou às instituições bancárias no sentido de darem maior abertura e facilidade às mulheres empreendedoras na concessão dos créditos, uma realidade que, segundo ela, não tem sido fácil nos dias que correm.
As cerca de 40 mulheres empreendedoras que receberam formação mostraram-se satisfeitas e disseram que iniciativas do género devem repetir-se mais vezes, para possibilitar um aumento de conhecimentos do mundo de negócios.
A formação, que decorreu sob o tema “Como Desenvolver o seu Negócio”, foi ministrada por técnicos angolanos e brasileiros e contou com a participação de representantes do INAPEM e OIT.

Tempo

Multimédia