Províncias

Mulheres grávidas do Quela protegidas por mosquiteiros

A Repartição Municipal de Saúde do Quela entregou, este ano, 1.500 mosquiteiros impregnados às mulheres grávidas, com vista a contribuir para a redução dos casos de paludismo.

A Repartição Municipal de Saúde do Quela entregou, este ano, 1.500 mosquiteiros impregnados às mulheres grávidas, com vista a contribuir para a redução dos casos de paludismo.
A informação foi prestada ontem à Angop pelo chefe da Repartição Municipal da Saúde, João Henriques Ganga. Referiu que a malária é a doença que está a preocupar as autoridades sanitárias da região, por esse motivo tem-se apostado na distribuição de redes mosquiteiras.
Além das mulheres grávidas, disse, a preocupação prende-se também com as crianças, que são o outro grupo alvo do mosquito e da malária. João Ganga lembrou que outra doença frequente no município é a doença do sono.
O Hospital Municipal do Quela tem capacidade para 25 camas e atende diariamente em média 42 pacientes.
O município conta com 22 técnicos de saúde, pelo que, segundo o responsável do sector, são necessários mais 22 enfermeiros para cobrir todas as comunas.
 O município tem oito postos de saúde, dos quais seis em funcionamento e dois em reabilitação, que prestam serviços de pediatria, medicina, banco de urgência, maternidade e Hiv/Sida.

Tempo

Multimédia