Províncias

Negócio de cybercafés regista queda

Estudantes de Malanje consideram uma mais-valia a instalação de internet grátis no Largo da Liberdade e outros pontos do casco urbano da província, por permitir a investigação de conteúdos e matérias científicas sem quaisquer custos.

Fotografia: EDIÇÕES NOVEMBRO

Entrevistados quarta-feira, pela Angop, sobre as vantagens da internet grátis na cidade de Malanje, que vigora desde o passado dia 18, os estudante afirmaram que a entrada em funcionamento desta ferramenta vai estimular o uso das tecnologias de informação e comunicação, o que constitui importante instrumento para o avanço digital.

O cidadão Miguel João António, estudante da Faculdade de Medicina, disse que com a internet grátis ficam reduzidos os gastos com a frequência em cybercafé, uma vez que deverá recorrer a estas instituições apenas em casos de falhas no sistema público.

 

Tempo

Multimédia