Províncias

Novos negócios em Malanje

Um total de 105 jovens, cinco dos quais já inseridos no programa de fomento do auto-emprego, foram formados em   empreendedorismo, pelo Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (CLESE) na província de Malanje, durante o ano de 2016, informou ontem, naquela cidade, a chefe da área pedagógica da  instituição.

Jovens apostam no sector da Agricultura que tem contribuído para a diversificação da economia
Fotografia: Vigas da Purificação| Edições Novembro

Esperança Gola fazia o balanço das acções desenvolvidas pelo centro no ano passado e disse que os jovens em causa estão habilitados a desenvolver negócios por iniciativa própria.
“Durante o período em análise, inscreveram-se no  centro 116 cidadãos”, informou Esperança Gola que considerou que o curso de empreendedorismo tem contribuído para estimular os jovens a criarem micro, pequenas e médias empresas, facilitando na geração de rendas e postos de trabalho, para conferir maior robustez à economia nacional.
Esperança Gola aconselhou a juventude a aderir aos serviços do CLESE, para fomentar o auto-emprego e reduzir o desemprego na província, além de facilitar a aquisição de alvará comercial.
Quanto aos principais desafios para o presente ano, Esperança Gola apontou  a diversificação dos cursos, com realce para as áreas de Contabilidade, Informática, Electricidade, Alvenaria, Mecânica e Corte e Costura.
O Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego é uma instituição afecta ao Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, vocacionada para a formação de jovens na área de empreendedorismo. O Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego da Província de Malanje, que  funciona desde Outubro de 2013,  já facilitou a inserção de centenas de jovens no mercado de trabalho. Outros também abraçaram a iniciativa.

Tempo

Multimédia