Províncias

País regista redução de óbitos por malária

Francisco Curihingana |Malange

A malária é a principal causa de mortes no país, apesar de, nos últimos cincos anos, os óbitos, pela doença, terem baixado de 20 mil para oito mil, disse, no domingo, em Malange, o médico Filomeno Fortes.

A malária é a principal causa de mortes no país, apesar de, nos últimos cincos anos, os óbitos, pela doença, terem baixado de 20 mil para oito mil, disse, no domingo, em Malange, o médico Filomeno Fortes.
A informação foi dada nas II Jornadas Científicas da Faculdade de Medicina de Malange, numa conferência sobre as “grandes endemias, situação actual da malária em Angola”.
O director do Programa Nacional de Luta contra a Malária referiu que, apesar disso, “a notificação dos casos da doença continua elevada”.
Os dados estatísticos, afirmou, revelam que as crianças, com menos de 5 anos, continuam a ser as mais afectadas e que a prevalência em grávidas reduziu substancialmente.
Para a erradicação da malária no país, disse, o plano estratégico nacional aconselha o diagnóstico precoce, o tratamento adequado e as medidas preventivas, com uso de redes mosquiteiras tratadas com insecticida.
O professor universitário mencionou outras medidas de combate à doença, como o tratamento intermitente e preventivo nas mulheres grávidas, pesquisa operacional e o controlo de endemias.

Tempo

Multimédia