Províncias

Pesquisa em educação e turismo em análise

Francisco Curihingana| Malanje

Análise e discussão de questões relacionadas à pesquisa em educação e turismo, divulgação dos trabalhos de fim de curso, dissertação e outros tipos de pesquisa, bem como a promoção da investigação científica dominam o primeiro colóquio de pesquisa em educação e turismo, aberto sexta-feira, em Malanje, numa promoção da Escola Superior Politécnica de Malanje.

Fotografia: JAImagens

O evento, que decorre sob o lema “Pesquisa em educação e turismo, desafios e perspectivas”, vai abordar temas como a extensão universitária, subsídios para sua institucionalização, a aplicabilidade de matemática no quotidiano, a interpretação do património natural e cultural em função do turismo, bem como o estado actual da educação em Malanje e perspectivas para o futuro.
Os participantes vão analisar ainda os resultados científicos em Ciências da Educação, os desafios da Polícia Nacional em Malanje face aos crimes cibernéticos, a importância do pólo industrial para o desenvolvimento da província de Malanje, a integração das disciplinas na solução de problemas nos estabelecimentos turísticos e o apoio psicossocial no ensino superior.
O ensino, investigação e extensão como processos integrados e desafios do ensino no século XXI constam igualmente dos temas a serem abordados durante o colóquio que decorre em Malanje.
O vice-governador para o Sector Técnico, Gabriel Pontes, que procedeu à abertura dos trabalhos, considerou o momento em que é realizado o fórum de muito especial, numa altura em que a  Escola Superior Politécnica de Malanje assinala apenas seis anos de existência.
Ao destacar a importância do colóquio, Gabriel Pontes enalteceu os esforços dos membros da direcção da escola, pelo facto de o evento reunir profissionais e universitários que apresentam resultados da sua experiência nas áreas de sua actuação.
No dizer do vice-governador de Malanje para o Sector Técnico, os trabalhos a serem apresentados no decorrer do colóquio revelam a evidência e a importância da universidade para a formação de cientistas, para a realização de pesquisas e para o fortalecimento do pensamento em apoio à educação e ao turismo. A maioria dos trabalhos científicos que serão apresentados aqui, disse, “foi produzida por pesquisadores e estudantes, pois somente no ambiente universitário é possível combinar o ensino à pesquisa e à extensão comunitária, uma ocasião ímpar para aplicar o que se aprendeu, fornecendo um evidente aumento de sinergia, que visa o bem-estar dos cidadãos”, disse.
 A outra tendência na visão de Gabriel Pontes é a maior preocupação com o rigor metodológico, onde cada vez mais é reconhecida a importância do conhecimento baseado em evidência científica.
“É imprescindível que toda a investigação seja rigorosa. Isso só pode ser feito se deixarmos de lado a ânsia de  escrever e publicar textos demasiadamente sem rigor ou base científica, muitas vezes com fortes apelos económicos, para subsidiar a entrada de novos produtos e materiais no mercado”, realçou.
O  director-geral da Escola Superior Politécnica de Malanje, Francisco  Kimbanda, destacou a preocupação dos formadores de consciência na formação do homem, colocando-o à disposição dos grandes desafios da sociedade dos nossos dias. Para o responsável, a Educação e o Turismo são sectores de prioridade indiscutível no âmbito do processo de evolução e de desenvolvimento das sociedades modernas, daí o desafio da instituição na realização do colóquio, cuja organização adequa-se à entrega ao trabalho e à capacidade de todos.
A Escola Superior Politécnica de Malanje foi criada pelo Decreto nº7/09 de Maio, diploma que estabelece a reorganização da rede de instituições de ensino superior pública, dotada de autonomia estatutária, administrativa, patrimonial, financeira e disciplinar.

Tempo

Multimédia