Províncias

População já consome água potável

Adriano Sapalo | Malanje

Os habitantes dos bairros unificados de Jirica, Quimonha, Mucongo, Luma e Dimba, pertencentes ao sector de Cambondo do Cuije e da comuna do Ngola Luíge, no município de Malanje, ganharam, ontem, sete furos de água potável.

Solucionado um dos maiores problemas que preocupava os habitantes
Fotografia: Adriano Sapalo

As inaugurações, que acontecem no âmbito das festividades da Independência Nacional, dão resposta às preocupações das populações daquelas áreas, que se debatiam com inúmeras dificuldades em termos de abastecimento de água potável.
O administrador municipal de Malanje, Osvaldo Naval dos Santos, disse que o projecto  contribui para a melhoria do nível de vida das populações e pediu aos beneficiários para conservarem os equipamentos postos à sua disposição.  Osvaldo Naval dos Santos pediu para serem denunciados todos aqueles que só têm a missão de vandalizar os equipamentos que o Governo está a colocar à disposição da população.
  A comuna de Cambaxe é, disse o administrador municipal de Malanje, a próxima localidade a ser beneficiada, seguindo-se depois a comuna-sede, Malanje, com trinta e cinco furos. Os furos abertos nas localidades de Cambondo do Cuíge e Ngola Luíge beneficiam 500 famílias.
A administradora comunal do Ngola Luíge, Filomena Pedro Sicondo, disse que, com a implantação dos sistemas de abastecimento de água potável nas comunidades, está solucionado um dos maiores problemas que preocupa os habitantes da comuna.

Preservar os equipamentos

O soba António Manuel Zombe do Cambondo do Cuíge, depois de agradecer o gesto do Governo, disse que vai trabalhar no sentido de consciencializar os membros da comunidade a preservar os equipamentos. “Vamos proteger  estes meios, porque no passado, para se obter água, era necessário caminhar longas distâncias. Agora estamos bem, vamos todos trabalhar para proteger estes meios que o Estado acaba de colocar à nossa disposição”.

Tempo

Multimédia