Províncias

Primeiros diplomados no próximo ano

Francisco Curihingana | Malange

Os primeiros 97 licenciados em Ciências de Enfermagem formados pelo Instituto Superior Politécnico da província de Malanje concluem o curso em finais de 2015.

O governador Norberto dos Santos (à esquerda) visitou a Escola Politécnica de Malanje
Fotografia: Eduardo Cunha | Malange

A informação foi dada ao governador da província, Norberto dos Santos, no decurso de uma visita que ontem efectuou à instituição.
Durante a visita, na qual se inteirou do funcionamento e dificuldades do instituto, foi ainda informado da existência de 500 bolsas de estudo nacionais, para as quais apenas estão inscritos 85 estudantes.
A necessidade da criação de uma política de incentivo pelo Governo Provincial, tendo em vista parar a fuga de estudantes formados naquela instituição para outras regiões, foi referida pelo director-geral da Instituição, Ekundi Valentim, que salientou a necessidade de se criarem mecanismos voltados para a sua inserção no mercado de trabalho local e assim contribuir para minimizar as carências existentes no domínio de quadros, particularmente nos municípios da província de Malanje.
O Instituto Superior Politécnico de Malanje tem 41 docentes, dos quais 30 cubanos e 11 nacionais em regime de colaboração.
Ekundi Valentim garantiu que o sonho é trabalhar cada vez mais para elevar os patamares da instituição e ter referências no mercado de ensino. Para que tal aconteça, é necessário reunir os pressupostos indispensáveis, como a criação de bibliotecas e laboratórios, assim como a existência de recursos humanos capazes, que possam corresponder às exigências do mercado.
Está neste momento em fase de implantação a biblioteca, num espaço de 250 metros quadrados. A construção de mais duas salas e dois laboratórios constam entre os projectos da instituição. O governador Norberto dos Santos encorajou a direcção da instituição a prosseguir o trabalho iniciado, para que os objectivos relacionados com a formação de quadros no domínio da saúde sejam alcançados. Este objectivo, realçou o governador, vai ser um valor acrescentado para a província, dada a carência de quadros existente nos municípios. Referiu, ainda, que estão a ser criadas as condições necessárias nas diferentes municipalidades para acolher quadros capazes, que contribuam para o desenvolvimento da província de Malanje.

Tempo

Multimédia