Províncias

Problemas das crianças em análise

Filipe Eduardo | Malange

O vice-governador de Malanje para o Sector Político e Social, Manuel Campo, solicitou a todos os responsáveis cuja  actividade directa está ligada às crianças a dedicarem-se cada vez mais para incutirem ideias educativas, solução para a formação de homens e mulheres capazes de assegurar o futuro do país.

Membros do Governo e parceiros traçam estratégias para a inserção de todas as crianças no sistema normal de ensino e aprendizagem
Fotografia: Eduardo Cunha |

Manuel Campo, que falava durante a abertura do Terceiro Conselho Provincial da Criança, que decorreu sob o lema “Criança Protegida Nação Fortalecida”, disse que o Governo Provincial de Malanje está sempre disponível em apoiar as mais variadas iniciativas a favor do crescimento e desenvolvimento da criança.  A aplicação dos sucessivos programas por parte do Governo Provincial de Malanje a favor das crianças tem resultado na inserção de um número cada vez maior no sistema de ensino, acesso aos serviços básicos de Saúde, Registo Civil e água potável, entre outras acções. 
A estabilidade que o país vive, fruto do advento da paz, está a permitir ao Executivo e aos seus parceiros implementarem ao nível do país e em particular na província de Malanje determinados programas e projectos sociais ligados à Saúde, Educação, Desporto, Cultura e Lazer, com a intenção de melhorar cada vez mais o nível de vida das crianças.
Pelo facto da criança constituir  prioridade absoluta do Governo Provincial, a realização daquele encontro  serviu de base para a reflexão em torno dos vários problemas ligados à criança e de factor de proximidade entre o Governo e os vários parceiros que prestam a sua contribuição em prol da melhoria das condições de vida dos menores.
O encontro, que juntou membros do Governo Provincial, deputados à Assembleia Nacional, entidades eclesiásticas e religiosas, analisou também o relatório sobre o grau de cumprimento das recomendações do Comité das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança.
     A qualidade de ensino, participação dos pais e encarregados de educação no processo de ensino e aprendizagem,  causas do abandono escolar,  aumento do número de salas de aulas, assim como a inserção de crianças com deficiência na sociedade, através da educação especial, também foram analisados.

Tempo

Multimédia