Províncias

Programa do governo local dá prioridade à zona rural

Venâncio Victor | Malange

O Governo Provincial de Malange garante, no seu programa de governação, mais atenção e apoio às mulheres, particularmente as do meio rural, por representarem a maioria da população da província.

Directora da Família e Promoção da Mulher
Fotografia: Eduardo Cunha | Malange

O Governo Provincial de Malange garante, no seu programa de governação, mais atenção e apoio às mulheres, particularmente as do meio rural, por representarem a maioria da população da província.
De acordo com o vice-governador para a esfera económica, António Dias da Silva, que falava por ocasião das festividades do Dia Internacional da Mulher, as acções do governo vão estar também centradas no apoio às iniciativas económicas das mulheres e na melhoria das condições de saúde reprodutiva, no âmbito dos programas de Desenvolvimento Rural e Cuidados Primário de Saúde.
O objectivo, frisou, é garantir o bem-estar social e emocional das mulheres carenciadas da região. António Dias da Silva apontou a violência física, psicológica e doméstica como sendo as principais formas de discriminação que afligem a mulher na sociedade.
O vice-governador revelou que a situação das mulheres de Malange inspira grandes cuidados e atenção especial do governo e de todas as forças vivas da sociedade.
António Dias da Silva manifestou preocupação com as más práticas culturais a que estão submetidas as mulheres e que, no seu entender, devem merecer o repúdio da sociedade, porque, disse, atentam contra a sua dignidade e interferem no seu desenvolvimento. António Dias da Silva, que falava em representação do governador provincial de Malange, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, referiu que o Executivo quer acabar com o sofrimento das mulheres, para que tenham uma vida digna e um futuro promissor.

União entre as mulheres

Ao intervir no acto, a directora provincial de Malange da Família e Promoção da Mulher, Antónia Correia Maiato, defendeu a necessidade do reforço da solidariedade e da união entre as mulheres.
Segundo Antónia Correia Maiato, a direcção provincial de Malange da Família e Promoção da Mulher tem levado a cabo campanhas de sensibilização para que os casos de violência doméstica sejam denunciados às autoridades.
As referidas acções têm sido desenvolvidas fundamentalmente em locais com maior concentração de pessoas, como escolas, igrejas e mercados, o que tornado possível a denúncia de muitos casos de violência, segundo a directora da Família e Promoção da Mulher.

Tempo

Multimédia