Províncias

Projecto de aquicultura lançado na região

Adriano Sapalo| Malanje


Um projecto de aquicultura, no âmbito das acções que visam contribuir para a diversificação da economia, vai ser lançado brevemente em Malanje pelo Fórum Angolano de Jovens Empreendedores (FAJE), anunciou o coordenador provincial daquela organização.

Coordenador provincial de Malanje do Fórum Angolano de Jovens Empreendedores
Fotografia: Adriano Sapalo | Malanje

João Diogo Gaspar,  que prestou a informação no final da visita efectuada por jovens empreendedores locais ao projecto de aquicultura de Laúca, disse que o programa vai ser desenvolvido em parceria com o Governo Provincial de Malanje.
O responsável adiantou que o projecto de aquicultura vai ser realizado de forma faseada devendo envolver, numa primeira fase, 150 jovens. “Estamos apenas a identificar as áreas de implantação do mesmo na província”, referiu.
O coordenador sublinhou que se deve fazer um casamento entre o FAJE e o projecto Laúca na área da aquicultura, uma vez que se preparam jovens para adquirir experiências e, no futuro, criar o seu pequeno negócio.
João Diogo Gaspar afirmou que o FAJE está virado para o sector do auto-emprego e do empreendedorismo, com a realização de acções formativas e palestras no sentido de preparar a camada jovem para a sua inserção no  mundo do trabalho. O coordenador do Fórum Angolano de Jovens Empreendedores referiu que o objectivo do projecto é também permitir que, em pouco tempo, os jovens criem o seu negócio e empreguem outros.
João Diogo Gaspar disse que a visita ao projecto de aquicultura de Laúca serviu para tirar algumas ilações relativamente ao que está a ser feito pelo Estado angolano, com vista ao desenvolvimento socio-económico do país.
O responsável da FAJE elogiou a postura do Executivo pelo esforço que tem feito para a aceleração da diversificação da economia, o que tem contribuído para a criação de infra-estruturas de apoio ao empreendedorismo na região, tendo em conta o seu potencial agrícola.
O mesmo responsável destacou o apoio de uma consultora, cujo nome não precisou, que tem estado a servir de suporte para o alcance do empreendedorismo na província de Malanje. Por isso, João Diogo Gaspar considerou a visita como positiva, na medida em que os jovens integrantes do fórum de empreendedores puderam absolver mais conhecimentos para o desenvolvimento da aquicultura.

Tempo

Multimédia