Províncias

Província de Malange tem mais professores

Luisa Victorino | Malange

Perto de cem professores terminaram, no Lombe, Cacuso, o terceiro ciclo de formação para o ensino primário, promovido pela Organização Não-Governamental Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP).

Perto de cem professores terminaram, no Lombe, Cacuso, o terceiro ciclo de formação para o ensino primário, promovido pela Organização Não-Governamental Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP).
Na formação, que durou dois anos e meio, foram leccionadas matérias de pedagogia geral e prática pedagógica, didáctica geral, metodologia de investigação científica, aplicação de métodos activos do processo de ensino e aprendizagem, psicologia, filosofia, português, matemática, ciências da natureza, geografia, francês e inglês.
O director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia, que procedeu ao encerramento da formação, referiu que a educação é o processo de preparação do homem para a vida. Gabriel Boaventura referiu que a ADPP vai continuar a ser um parceiro privilegiado do governo provincial de Malange na formação de professores, principalmente para o meio rural.
A Organização Não-Governamental  Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo já formou, em Malange,  224 professores, que dão aulas em vários pontos da província. O governo provincial de Malange aposta também na reabilitação e construção de salas, para permitir a inserção de mais crianças no sistema normal de ensino.

Tempo

Multimédia