Províncias

Região foi considerada estratégica

Luísa Victoriano | Malanje

A província de Malanje é uma região estratégica e de capital importância do ponto de vista económico e cultural, no âmbito da divulgação do Plano Estratégico do Ministério das Tecnologias Ambientais, considerou, naquela cidade, o secretário de Estado do Ambiente.

Questões ligadas à Feira Internacional de Tecnologias Ambientais abordadas em Malanje
Fotografia: José Soares

Syanga Abílio discursava no acto de abertura da campanha promocional da IV Feira Internacional das Tecnologias Ambientais, que vai decorrer de 5 a 8 de Junho de 2014, nas instalações da FILDA, em Luanda.
O secretário de Estado afirmou que nesta circunscrição estão localizadas importantes empresas que trabalham nos sectores da agricultura e diamantífero, que contribuem para o crescimento do produto interno bruto e oferecem oportunidades de emprego.
Syanga Abílio mostrou-se agradado com as operadoras que funcionam intensamente na província de Malanje, como a Barragem de Capanda  e a BIOCOM, que prevê, nos próximos tempos, produzir, a partir da cana de açúcar, combustível internacionalmente aceite. O Ministério do Ambiente e o departamento ministerial que coordena a política ambiental estão satisfeitos com estes projectos.
Quanto às ravinas existentes no Leste, Centro e Sul do país, resultantes da exploração dos recursos existentes no subsolo destas regiões e da má conservação, Syanga Abílio considerou ser um perigo para o país. Por essa razão, pediu às operadoras para adoptarem, no processo da cadeia produtiva, tecnologias ambientais que o mercado actual oferece.
Pediu, ainda, ao Governo Provincial de Malanje e à classe empresarial para participarem no certame, à semelhança das outras regiões que, nos anos anteriores, arrebataram o galardão de melhor participação a nível das províncias.
O mundo enfrenta hoje problemas de vária  índole  devido à exploração excessiva dos recursos naturais, por falta da consciencialização das pessoas, alertou. A adopção de boas práticas e hábitos capazes de conduzir o mundo para o desenvolvimento sustentável é essencial, acrescentou. Mas, para isso, é ­necessário trabalharmos internamente com as instituições parceiras, famílias e com os estabelecimentos de ensino, para a redefinição da agenda  do desenvolvimento do milénio.
O governador provincial de Malanje afirmou a sua satisfação pela escolha de Malanje para acolher a campanha promocional da IV Feira Internacional das Tecnologias Ambientais. Para Norberto dos Santos, o evento vai permitir mobilizar a classe empresarial da região para  participar no evento com a exposição de vários produtos.
A realização da Feira, acrescentou, é uma oportunidade de negócio e aumento do PIB nacional, assim como a produção, processamento e transformação dos recursos naturais, e para incutir valores de defesa e protecção do ambiente.

Tempo

Multimédia