Províncias

Terapeutas tradicionais em Malange abordam a qualidade na actividade

Francisco Curihingana| Malange

Cerca de 100 terapeutas tradicionais das províncias de Malange e Kwanza-Norte beneficiaram, no último sábado, de um seminário de refrescamento profissional, com métodos científicos mais modernos.

Cerca de 100 terapeutas tradicionais das províncias de Malange e Kwanza-Norte beneficiaram, no último sábado, de um seminário de refrescamento profissional, com métodos científicos mais modernos.
O encontro visou integrar as práticas de Medicina Tradicional no Sistema Nacional de Saúde, de modos a garantir os cuidados sanitários com eficácia, segurança e qualidade para toda a população. A organização do seminário pretende criar mecanismos normativos e legais necessários à promoção de uma boa prática do uso desta especialidade.
Ao destacar a política do Executivo angolano na uniformização dos cuidados primários de saúde, a vice-governadora de Malange para o sector político e social, Alice Van-Dúnem, referiu que o governo está a primar pela inclusão do sistema de saúde, para que, de modo organizado, se alcancem os objectivos traçados.
Alice Van-Dúnem considerou que ao se adicionar conhecimentos científicos à medicina tradicional e às práticas à ela complementares, está-se a criar alternativas boas à medicina convencional.
Em Angola, a medicina tradicional é utilizada, desde a antiguidade, no tratamento de muitas doenças como resultado do conhecimento dos povos e das suas crenças.

Tempo

Multimédia