Províncias

Transportes conhecem maior dinâmica

Luisa victoriano| Malange

O sector dos Transportes na cidade de Malange vai ganhar uma nova dinâmica nos próximos dias, com a entrada em funcionamento de mais uma operadora, a Ngola Kiluanje, vocacionada para o transporte de passageiros.

Mais de duas dezenas de táxis circulam desde sexta-feira em diversos pontos da cidade de Malange o que alegra os habitantes da região
Fotografia: Eduardo Cunha| Malange

Com viaturas ligeiras e pesadas, a operadora começou a funcionar na sexta-feira para apoiar a população nas deslocações e reduzir o índice de acidentes provocados por taxistas, principalmente pelos conhecidos “kupapatas”. A operadora resulta de uma parceria público-privada, esclareceu o responsável da mesma, Machado Edmundo. Numa primeira fase, acrescentou, foram postas em circulação 28 viaturas, sendo 13 autocarros e 15 de marca Land Cruiser, que começaram a circular em vários pontos da cidade de  Malange.
Machado Edmundo explicou que as Land Cruizer já estão a circular na cidade e bairros suburbanos, enquanto os autocarros fazem o percurso Malange/Quéssua, de cerca de dez quilómetros, com o transporte de pessoas, principalmente alunos do Instituto Médio Agrário, colégio da Igreja Metodista e Faculdade de Teologia. Em breve, a operadora vai aumentar o número de viaturas para responder à procura. O preço do bilhete de transporte é de 50 kwanzas.
Com a entrada em funcionamento dos novos táxis, foram criados 90 postos de trabalho imediatos para motoristas, mecânicos, pessoal de limpeza, administrativos, entre outros técnicos, o que vai ajudar a mudar o nível de vida dos jovens.
O director provincial dos Transportes, Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Gaspar, disse que a existência de mais uma operadora de táxis na província vem juntar-se aos esforços do Governo destinados ao desenvolvimento da região.

Tempo

Multimédia