Províncias

Tuberculose provoca óbitos em Malanje

Luísa Victoriano |

As autoridades sanitárias da província de Malanje registaram, durante o ano de 2017, um total de 57 óbitos causados por tuberculose, devido à falta de medicamentos e abandono ao tratamento, informou ontem, naquela cidade, o director provincial do Hospital Sanatório, Manuel de Nascimento.

Ângulo da cidade de Malanje que registou mais 57 óbitos
Fotografia: Eduardo Cunha | Malanje | Edições Novembro

Em entrevista ao Jornal de Angola, Manuel de Nascimento frisou ainda que a chegada tardia dos doentes à unidade hospitalar, com estado avançado da patologia e a falta de apoios por parte dos familiares foram, de entre outros, motivos que estiveram na base das mortes registadas em Malanje.
Na ocasião, o responsável manifestou a sua preocupação fase ao elevado número de doentes que abandonam o tratamento da tuberculose por falta de apoio familiar e da escassez de fármacos.
Manuel de Nascimento precisou que o actual quadro da referida patologia constitui perigo para a população, principalmente para os membros da família, por ser uma doença de contágio fácil.
Aconselhou os doentes com tuberculose a cumprirem com o tratamento médico, para não causar resistência ao vector transmissor e deixarem de fazer o uso de bebidas alcoólicas, assim como do tabaco, devendo optar por uma alimentação equilibrada.
O director do sanatório provincial, sem precisar o número de doentes que recebem tratamento médico na unidade hospitalar, referiu que alguns casos estão associados ao VIH/Sida.
O responsável revelou que, para melhor assistência médica e medicamentosa aos doentes internados e não só, a unidade hospitalar trabalha em parceria com o Programa de Luta contra o VIH/SIDA e é assegurada por médicos estrangeiros e angolanos, assim como conta com um laboratório para análise, pesquisa de plasmódio e bioquímica.
Manuel de Nascimento mostrou-se também preocupado com a falta de fármacos na unidade sanitária, facto que está a impossibilitar que se dê melhor resposta aos casos de tuberculose e outras patologias associadas à mesma.

Tempo

Multimédia