Províncias

Venda de Sitotec vai ser proibida nas farmácias

O director da Maternidade Provincial de Malange, Eliseu Chimbangela, defendeu na quinta-feira a necessidade das autoridades locais proibirem a venda do fármaco denominado Sitotec, sem orientações médicas, porque muitas jovens utilizam o medicamento para provocar abortos.

O director da Maternidade Provincial de Malange, Eliseu Chimbangela, defendeu na quinta-feira a necessidade das autoridades locais proibirem a venda do fármaco denominado Sitotec, sem orientações médicas, porque muitas jovens utilizam o medicamento para provocar abortos.
Eliseu Chimbangela disse que o índice de abortos provocados pelo Sitotec preocupa as autoridades sanitárias da província e que se trata de um comprimido utilizado por mulheres que engravidam sem planificação, para interromper a gravidez.
 Sem avançar números, o responsável precisou que nos últimos tempos têm-se registado muitas mortes na maternidade provincial, em consequência do uso do Sitotec. Muitas jovens acorrem àquela unidade sanitária já em estado grave, depois dos efeitos nefastos do comprimido, algumas chegando a perder a vida, concluiu.

Tempo

Multimédia