Províncias

Vice-governadora da província anuncia novos cursos superiores

A vice-governadora de Malange para o sector Político e Social, Alice Van-Dúnem, disse que o governo vai continuar a envidar esforços no sentido de introduzir novos cursos superiores na província, visando a inserção de mais jovens no sistema de ensino universitário.

A vice-governadora de Malange para o sector Político e Social, Alice Van-Dúnem, disse que o governo vai continuar a envidar esforços no sentido de introduzir novos cursos superiores na província, visando a inserção de mais jovens no sistema de ensino universitário.
 A governante falava no “workshop” sobre o papel da juventude universitária de Malange no desenvolvimento local, promovido pelo Conselho Provincial da Juventude (CPJ), em colaboração com o governo.  “O governo de Malange, dentro das suas responsabilidades institucionais, compromete-se a continuar a trabalhar para o alargamento dos cursos superiores na província, com vista a reter os seus quadros, para que estes possam dar a sua contribuição nas tarefas de reconstrução e desenvolvimento do país e em particular da província”, ressaltou.
 Alice Van-Dúnem anunciou a abertura este ano do Instituto Superior de Investigação Alimentar e do Instituto de Técnicas Agronómicas.  A vice-governadora congratulou-se com a iniciativa do CPJ em organizar o encontro, tendo em conta que serviu para abordar questões prementes para a juventude. Alice Van-Dúnem prometeu que as conclusões do encontro serão analisadas pelo governo, com vista a apoiar a sua materialização.
 O secretário executivo do CPJ, Manuel de Carvalho, mostrou-se satisfeito com a elevada participação dos jovens e referiu que o encontro permitiu obter uma perspectiva das acções governativas na província em prol da juventude.  O “workshop”, com duração de dois dias, abordou questões relacionadas com as oportunidades de acesso ao primeiro emprego para os jovens universitários recém formados, estratégias locais de maximização das competências adquiridas pelos estudantes do ensino superior na concretização de alguns projectos na província, entre outras.
 A responsabilidade social dos universitários no desenvolvimento da província, a postura do estudante na universidade e na sociedade, bem como a contribuição dos jovens académicos na redução da sinistralidade rodoviária, constaram também da agenda do “workshop”.
 O encontro contou com a participação de jovens comunitários e académicos das universidades Kimpa Vita, Jean Piaget, Agostinho Neto e Lueji A’nKonde, respectivamente das províncias do Uíge, Luanda e Malange.

Tempo

Multimédia