Províncias

Violência doméstica cresce em Malange

Venâncio Victor | Malange

A província de Malange registou mais de 400 casos de violência doméstica durante o ano passado, revela o centro de aconselhamento da Direcção Provincial da Família  e Promoção da Mulher (MINFAMU).

A chefe de departamento para a política familiar do MINFAMU, Madalena Julião, disse no município de Cangandala que 70 processos foram encaminhados para o Ministério Público.
A responsavel provincial defendeu a importância do diálogo entre os membros da família, como a principal via ideal para a solução de conflitos.
Madalena Julião defendeu a necessidade das famílias contribuírem com a sua experiência e saber, em prol das políticas que garantem o desenvolvimento harmonioso da província.
A chefe de departamento para a política familiar do MINFAMU reconheceu que a violência doméstica é um flagelo social que tem contribuído para a desestruturação das famílias e a instabilidade emocional.
Madalena Juli disse ser necessário proteger a sociedade dos actos de violência, apelando a que todos combatam este mal, que causa deformações físicas e danos psicológicos.
A administradora municipal em exercício de Cangandala, Conceição Sousa, referiu que a família, enquanto núcleo basilar da sociedade, deve estar devidamente estruturada e imbuída do espírito de paz.
A responsável ressaltou a importância dos pais redobrarem os cuidados para com os filhos, no sentido deles crescerem saudáveis e preparados para contribuírem no progresso do país.

Tempo

Multimédia