Províncias

Malária provoca mortes

Miguel Baú | Mbanza Congo

  
A província do Zaire registou este ano, até Setembro, 341 mortes por malária, anunciou o supervisor provincial do programa de controlo à doença.
Afonso Diabanza referiu que as mortes resultam de um total de 68.299 casos naquele período.

  
A província do Zaire registou este ano, até Setembro, 341 mortes por malária, anunciou o supervisor provincial do programa de controlo à doença.
Afonso Diabanza referiu que as mortes resultam de um total de 68.299 casos naquele período.
Em idêntico período de 2008, lembrou, registaram-se 61.355 casos e 278 mortes.
As mulheres grávidas e crianças, até aos 5 anos, disse, são as mais afectadas.
O município de Mbanza-Congo foi o que registou maior número de casos, 19.195. A seguir vêm o Soyo, 12.443, Nzeto, 10.709, Tomboco, 4.232, Kuimba, 9.371 e Nóqui, 2.988.
“Apelamos às pessoas que, quando tiverem dores articulares, de cabeça, calafrios, vómitos e diarreia que se dirijam à unidade sanitária mais próxima”, disse.
Afonso Diabanza afirmou que para se evitar a proliferação da doença, as mulheres grávidas devem ir à consulta pré-natal, usar correctamente o mosquiteiro e cumprir as medidas de saneamento básico.

Tempo

Multimédia