Províncias

Mbemba Ngango tem as ruas esburacadas

Nicodemos Paulo

As ruas do bairro Mbemba Ngango, arredores da cidade do Uíge, estão intransitáveis e precisam de reabilitação urgente. São muitos os buracos que acumulam água das chuvas, com lama à mistura, e impossibilitam a circulação normal de viaturas e pessoas.

Circulação rodoviária é feita com dificuldade
Fotografia: Filipe Botelho| Uíge

Os arruamentos do bairro apresentam-se num estado avançado de degradação. Na rua A, o asfalto há muito que desapareceu e nos dias de chuva os buracos ficam cheios de água que depois se transforma em lama, facto que irrita os habitantes e automobilistas que se vêm obrigados a procurar vias alternativas para chegarem aos destinos.
A Rua A do Mbemba Ngango, considerada a principal via do bairro, é a que mais buracos e charcos lamacentos apresenta.
“Com as chuvas que se abatem insistentemente sobre a região, a circulação neste bairro é cada vez mais impossível e somos obrigados a andar de botas de borracha”, disse Firmino António, morador no bairro, há mais de 15 anos.
André Gomes, proprietário de uma loja na Rua A, lamenta a falta de clientes devido à acumulação de água em frente ao seu estabelecimento comercial. O empresário ameaça encerrar as portas nos próximos dias, caso a situação prevaleça.
“A minha loja era muito frequentada. Tinha muitos clientes. Mas hoje não vendo nada. As águas invadiram os passeios e não permitem que as pessoas circulem à vontade. Aguardamos que a administração local encontre soluções imediatas”, disse.

Carros danificados

Levi Huma, instrutor da Escola de Condução “Ndola”, localizada na Rua A do Mbemba Ngango, disse que a situação é preocupante porque as péssimas condições das ruas estão a criar embaraços na instrução.  “É difícil ensinar a conduzir numa rua esburacada.
É mau para o carro, que fica danificado, mas também para quem aprende a conduzi-lo”, referiu, lembrando que “há três anos a Administração Municipal fez um trabalho de tapa buracos. Por isso apelamos que se faça um trabalho sério e rigoroso, com vista ao bem-estar de todos nós”. A rua principal do Bairro Pedreira, com três quilómetros, está a beneficiar de obras de requalificação para melhorar o acesso ao Centro Materno Infantil.
 Os trabalhos consistem na construção da rede de esgotos das águas pluviais, colocação de lancis e asfalto.
Baptista Francisco, morador, está satisfeito com o trabalho levado a cabo pelo Governo Provincial do Uíge, tendo solicitado que sejam também feitos trabalhos para reposição da iluminação pública do bairro, para facilitar o trânsito automóvel, no período nocturno, e inibir as acções dos meliantes.

O velho Candombe

No Bairro Candombe Velho, onde também estão a ser realizados trabalhos de requalificação das ruas, os moradores, embora satisfeitos, reprovam o facto das vias se apresentarem muito estreitas, impedindo o cruzamento normal das viaturas que circulam nas duas faixas de rodagem. “A partir dos bairros Tomessa e Quimacungo, a estrada tem sete metros de largura, mas depois começaram a diminuir aqui no Candombe.
O bairro Candombe Velho  é muito populoso e as suas ruas apresentam um trânsito bastante fluido. Por isso não entendemos essa decisão, porque aqui já havia lancis colocados há mais de 20 anos”, disse o automobilista Ernesto Cabembe.

Tempo

Multimédia