Províncias

Menos casos em Nhârea

José Chaves | Nharêa

Milhares de pessoas foram diagnosticadas com malária, no primeiro trimestre deste ano, pelas autoridades sanitárias de Nhârea, mas houve uma diminuição em relação a migual período do ano anterior, revelou o director municipal da Saúde.

Grávidas e crianças são as mais atingidas
Fotografia: Xavier Candumba

Amândio Chissica disse que, para reduzir os casos da doença, foram realizadas campanhas de sensibilização junto das populações sobre a necessidade de melhorar os cuidados primários de saúde nas comunidades.
Sem revelar o número de beneficiários, o director municipal sublinhou que as grávidas e crianças menores de cinco anos têm recebido igualmente mosquiteiros de forma gratuita, no âmbito do programa de combate à malária.
O Hospital Municipal da Nhârea tem dado ainda seguimento a sete pacientes com diabetes, desde a dieta, medicamentos, aconselhamento e outros apoios, no sentido de lhes garantir uma vida normal.
A unidade hospitalar assiste ainda pacientes com outras enfermidades, com destaque para doenças respiratórias agudas, febre tifóide, infecções de transmissão sexual, gastrites e cólicas abdominais. Amândio Chissica referiu também que o município conta com o programa de combate à malária, que consiste na luta contra os charcos em áreas residenciais e uso de mosquiteiros impregnados com insecticida.
Durante o ano de 2014  foram desenvolvidas várias actividades com destaque para o reforço da assistência médica em todas as unidades sanitárias.
A área de saúde preventiva também tem realizado actividades para a criação de uma cultura de higiene e de cuidados às crianças nas comunidades.
O município dea Nhârea é composto pelas comunas de Caieie, Dando, Lubia e Gamba, além da sede municipal.

Tempo

Multimédia