Províncias

Milhares de adultos na escola

José Chaves | Andulo

Este ano foram alfabetizadas no Andulo 6.290 pessoas, das quais 2.920 mulheres, pelos métodos “Sim, Eu Posso” e “Gosto de Ler e Escrever”, disse na quinta-feira o director municipal da Educação aos jornalistas.

Muitos adultos estão a ser alfabetizados no município do Andulo através dos métodos “Sim, eu posso” e “Gosto de ler e escrever”
Fotografia: Jesus Silva

Aristides Gonçalves salientou a importância das parcerias com OMA, JMPLA e instituições religiosas no êxito da alfabetização no município, onde, de 2007 até ao ano passado, cerca de 15 mil adultos aprenderam a escrever e a ler, alguns dos quais frequentam agora o ensino geral. “Estudar não tem idade, basta vontade e dedicação”, referiu o director municipal, num apelo aos que ainda não sabem escrever e ler.

Defesas de tese

Um grupo de 176 estudantes do Instituto Médio Politécnico de Camacupa começou esta semana a defender os trabalhos de fim de curso, disse ontem à Angop o director pedagógico da instituição. />Frederico Cambundi afirmou que os alunos defendem trabalhos relacionados com Energia e Instalações Eléctricas, Máquinas e Motores, Desenhador, Projectistas de Construção Civil e Informática.
No Instituto Politécnico de Camacupa, inaugurado em 2009 para 400 alunos, com 37 salas de aulas teóricas e sete laboratórios, além de instalações de máquinas electrónicas, informática, frio e climatização, foram formados até ao ano lectivo passado mais de meio milhar de técnicos. 
O edifício inclui duas naves com 17 quartos para professores e alunos, dois refeitórios, biblioteca, campo de jogo, cantina e duas casas para directores.

Tempo

Multimédia