Províncias

Milhares de bovinos são vacinados na região

Carlos Paulino |

Mais de 60 mil cabeças de gado bovino estão a ser vacinados, desde quarta-feira, na província do Cuando Cubango contra a peripneumonia contagiosa bovina, dermatite nodular, carbúnculo hemático e sintomático, informou ontem o chefe de departamento do Instituto Provincial dos Serviços de Veterinária (IPSV).

Mobilizados dezenas de técnicos veterinários para o êxito da campanha de vacinação
Fotografia: Edições Novembro

Benedito Isaac, disse que para a campanha de vacinação foram disponibilizados 61 mil doses de vacina de dermatite nodular e igual número de peripneumonia contagiosa bovina, 60 mil de carbúnculo sintomático e 56 mil de carbúnculo hemático.
Para o êxito da campanha, foram mobilizados 17 técnicos veterinários e 14 estudantes da 12.ª classe do Instituto Médio Agrário do Missombo, do curso de produção animal, mas considera ser um número muito aquém das expectativas, tendo em conta a dimensão territorial da província. 
A questão da logística e transporte também constitui problema, disse Benedito Isaac, que espera contar com o apoio do Governo da província na disponibilização de cinco viaturas, gasóleo, 20 unidades de seringas semi-automático, nove caixas de luvas, dez litros de álcool e igual número de lixívia, além de nove caixas com máscaras e bens alimentares para os técnicos. 
O Instituto Provincial dos Serviços de Veterinária dispõe apenas de uma viatura, que só permite realizar alguns trabalhos nas sedes municipais de Menongue, Cuchi e Cuito Cuanavale. Tais dificuldades estiveram na origem da abertura tardia da campanha de vacinação do gado bovino na província, que estava prevista para o mês de Abril. 
Outro problema apontado pelo chefe de departamento do IPSV tem a ver com o estado degradado das vias de acesso, que impede com que se estende a campanha a outras localidades, sobre aos municípios com maior número da população bovina, como o Cuangar, Calai e Dirico.
O chefe de departamento do Instituto Provincial dos Serviços Veterinária assegurou que  o surto da febre aftosa, que assolou o ano passado a província do Cuando Cubango, concretamente no município de Cuangar, foi erradicado. Deste modo, Benedito Isaac sublinhou que, desde o passado mês de Abril,  os criadores de gado bovino foram autorizados a circular livremente com os animais em toda a região.
Benedito Isaac lembrou que em 2016, um total de 51 mil cabeças de gado bovino foram vacinadas contra a febre aftosa no município do Cuangar, sublinhado que neste mesmo ano  houve o registo, na comuna do Bondo Caíla, da morte de 13 animais que foram afectados pela doença.
O vice-governador provincial do Cuando Cubango para o sector Económico e Produtivo, Ernesto Kiteculo, garantiu total apoio das autoridades no sentido de a campanha de vacinação possa decorrer sem sobressaltos e que abrange até as áreas mais recônditas da região
Ernesto Kiteculo lamentou o facto de se registar ainda na província muitos criadores que não aceitam levar os seus animais para serem  vacinados, uma situação que “pode contribuir negativamente para o surgimento de um surto de doença e, consequentemente, a morte de milhares de animais.

Tempo

Multimédia