Províncias

Minars assiste milhares de idosos em situação de vulnerabilidade

Delfina Victorino|Kuito


 
Quase 18 mil idosos em “situação de extrema vulnerabilidade”, instalados em todos os municípios do Bié, são apoiados pela direcção do Ministério da Assistência e Reinserção Social, anunciou a responsável do sector.


 
Quase 18 mil idosos em “situação de extrema vulnerabilidade”, instalados em todos os municípios do Bié, são apoiados pela direcção do Ministério da Assistência e Reinserção Social, anunciou a responsável do sector.
 Isabel Changuendela Afonso sublinhou que a instituição controla ainda 47 idosos de ambos os sexos, instalados no lar da terceira idade.
A directora do Minars no Bié disse que a “construção do lar da terceira idade decorre em bom ritmo” e vai poder acolher 150 pessoas.
O novo lar vai dispor de funcionários especializados e, além disso, dispor de um espaço para pessoas leprosas no bairro São José.
Para acolher doentes com lepra, estão a ser construídas 16 casas gémeas. Isabel Changuendela Afonso salientou que, no município de Katabola, está a ser erguido, igualmente, um centro com previsão de ser concluído este ano.
Quatro centros comunitários - dois infantis, um artesanal e outro para a formação profissional - estão em fase final, na cidade do Kuito, garantiu a directora provincial da Reinserção Social.
Aquela responsável afirmou que a falta de creches na cidade do Kuito motivou a construção das infra-estruturas, para ajudar as crianças desamparadas e trabalhadores.
“O Minars apoia os centros religiosos das Igreja Evangélica Congregacional (IECA), Católica e dos irmãos em Angola (IEA), que encontram algumas vezes dificuldades no funcionamento das instituições de caridade”, disse.

Tempo

Multimédia