Províncias

Mini-hídricas no interior da província

Alzira da Silva | Menongue

O governo do Kuando-Kubango concebeu, recentemente, um projecto de construção, nos próximos tempos, de cinco mini-hídricas para melhorar e aumentar a capacidade de fornecimento de energia eléctrica na cidade de Menongue e no interior da província.
O governador da província, Eusébio de Brito Teixeira, disse que uma mini-hídrica e uma central de 10 megawatts vão ser erguidas no município de Menongue e as restantes nos municípios de Calai, Mavinga e Cuchi.

O governo do Kuando-Kubango concebeu, recentemente, um projecto de construção, nos próximos tempos, de cinco mini-hídricas para melhorar e aumentar a capacidade de fornecimento de energia eléctrica na cidade de Menongue e no interior da província.
O governador da província, Eusébio de Brito Teixeira, disse que uma mini-hídrica e uma central de 10 megawatts vão ser erguidas no município de Menongue e as restantes nos municípios de Calai, Mavinga e Cuchi.
“Nos municípios de Menongue e Cuchi vão ser construídas mini-hídricas e centrais de 10 megawatts”, sublinhou.
O governador explicou que a província tem problemas de energia e água e, com o reassentamento da população, devem ser criadas condições para dar resposta às necessidades da mesma.
No mês passado, foram reassentadas, no município de Mavinga, 11.107 pessoas, em 17 locais, segundo o vice-governador para a área de Organização e Serviços Técnicos do Kuando-Kubango, Simão Baptista.
A população dispersa de 68 aldeias, acrescentou, foi reassentada em 17 locais que oferecem condições favoráveis à assistência social efectiva pelo Governo local.
Simão Baptista realçou que a organização da população em aldeias mais próximas vai facilitar a disposição de condições e serviços básicos, como escolas, hospitais, energia e água potável. Explicou que a população foi reassentada em locais que têm as mínimas condições criadas e beneficiam de diversos  bens.          

Tempo

Multimédia