Províncias

Ministério do Ambiente divulga regras das actividades do sector

Manuel de Sousa | Moçamedes

Operadores das áreas económica e social, estudantes e responsáveis de diversos sectores da província do Namibe, foram informados, ontem, sobre os regulamentos das actividades ligadas ao meio ambiente e as acções que podem ser consideradas lesivas ao sector, numa iniciativa da Direcção Provincial do Ambiente.

 

Fotografia: Afonso da Costa | Edições Novembro

Segundo o responsável local do Ambiente, José Ngola, os técnicos do sector têm levado acabo campanhas de sensibilização junto das comunidades e das escolas, no intuito de divulgar o “máximo possível” a importância da preservação do  meio ambiente.  
 “A nível da nossa província, temos feito muito para melhorar a qualidade do ambiente, porque todos os projectos, agrícolas, de construção civil, turísticos, comerciais ou industriais, devem merecer previamente um estudo  sobre o impacto ambiental, para depois serem avaliados e licenciados", disse,  para acrescentar que, “tem havido palestras a vários níveis para funcionários públicos e de  empresas privadas, estudantes e professores para esclarecer este facto”.
“Todos nós”, prosseguiu,  “enquanto ser humano não devemos nos dissociar das questões ambientais, já que estas estão ligadas,  intrinsecamente, a nós".
Por seu lado, o presidente da Associação Provincial da Juventude Ecológica de Angola (APJEA), Rafael Daniel ,  defende maior participação das populações na preservação do meio ambiente, particularmente no que toca a conservação dos espaços verdes, praias, plantação de árvores e recolha de lixo.

Tempo

Multimédia