Províncias

Mortes de recém-nascidos preocupam Saúde no Cunene

Adelaide Mualimusi|Ondjiva


 
As autoridades sanitárias da província do Cunene estão preocupadas com os elevados índices de mortalidade em crianças menores de cinco anos, nos hospitais públicos.


 
As autoridades sanitárias da província do Cunene estão preocupadas com os elevados índices de mortalidade em crianças menores de cinco anos, nos hospitais públicos.
Dados revelados pela Direcção Provincial da Saúde indicam que, em Angola, a mortalidade em recém- nascidos estima-se em cerca de 260 óbitos, em cada mil partos.
Para contrapor a situação, a Direcção da Saúde, com o apoio do Unicef, promoveu, na última semana, um ciclo de acções de formação intensivas sobre “Cuidados essenciais ao recém- nascido”, dirigido a médicos, parteiras e enfermeiros, que trabalham em maternidades e instituições de formação.
O objectivo da formação é reforçar a capacidade dos profissionais de saúde, para melhorar a assistência ao recém-nascido.           

Tempo

Multimédia