Províncias

Mosquiteiros são entregues às populações

Em Cabinda foram distribuídos gratuitamente de Dezembro de 2014 a Janeiro deste ano, no âmbito da campanha contra a malária, 253.265 mosquiteiros impregnados com insecticida, afirmou à Angop o responsável em exercício da Secretaria Provincial da Saúde em exercício.

Fotografia: JAIMAGENS

João Sungo referiu que no ano passado foram registados na província de Cabinda 253.­265 casos de malária, 197 dos quais resultaram em óbitos e que o município de Cabinda foi o mais afectado.
O aumento de casos detectados, sublinhou o responsável, deve-se a haver mais redes sanitárias que permitem um melhor diagnóstico da doença, mas também ao facto da brigada de luta anti vectorial ter estado algum tempo inactiva e apenas ter retomado a actividade em Setembro.

Realojamento

O Governo Provincial de Cabinda iniciou um programa de realojamento dos moradores de áreas de risco para prevenir consequências das chuvas que caem desde Janeiro último com muita intensidade, declarou o secretário local das Obras Públicas.
Juliano Capita disse que o realojamento se inscreve num programa de requalificação dos bairros destinado a combater as construções anárquicas na região.
O secretário provincial salientou que devido à sua complexidade a execução do programa é feita de forma gradual e que o objectivo é criar zonas urbanas para às quais são transferidos os moradores das zonas de risco.

Tempo

Multimédia