Províncias

Anunciada a construção de várias infra-estruturas

José Rufino | Luena

No Moxico vão ser construídos, em 2012, uma maternidade provincial, quatro hospitais municipais, dois centros de saúde nos bairros Alto-Luena e Sangondo e 200 fogos em cada município, anunciou, ontem, no Luena, o governador.

Expansão de serviços de saúde visa baixar os índices de mortalidade nas comunidades
Fotografia: Jornal de Angola

No Moxico vão ser construídos, em 2012, uma maternidade provincial, quatro hospitais municipais, dois centros de saúde nos bairros Alto-Luena e Sangondo e 200 fogos em cada município, anunciou, ontem, no Luena, o governador.
João Ernesto dos Santos “Liberdade” também anunciou a construção de 13.100 salas para 13.100 alunos de todos os sistemas de ensino e que estão a ser concretizados “projectos de cadeias produtivas” no Luena, Sacassange e Camanongue para “a criação de aves e caprinos” e cultivo de milho, arroz e hortícolas.
O governador, que falava na cerimónia de apresentação de cumprimentos de fim de ano, garantiu que vão continuar a ser desenvolvidos esforços para o cumprimento das orientações do Executivo, cujo objectivo é a melhoria das condições da vida das populações.
A execução dos Programas de Investimentos Públicos, frisou, permitiu o aumento e a melhoria da oferta dos serviços sociais básicos e do combate à fome e à pobreza. O sector da educação, disse, foi o que mais cresceu este ano, com a construção de 178 salas em várias localidades e de escolas, o que permitiu a inserção de mais de 15 mil crianças no sistema de ensino.
Também foram construídas ou reabilitadas 30 infra-estruturas sanitárias, entre hospitais municipais e centros médicos e adquiridas ambulâncias.
A par de tudo isto, afirmou, foram entregues 24 casas a jovens e promovidos vários cursos de formação profissional.

Tempo

Multimédia