Províncias

Área da Educação regista melhorias

Samuel António | Luena

A execução de programas de Educação após a Independência Nacional permitiu a construção de mais de 200 escolas no  Moxico e o acesso de milhares de  crianças ao ensino, confirmou ontem ao Jornal de Angola  director provincial do sector.

Jones Pique, que referiu igualmente o aumento do número de professores, salientou que quando foi proclamada a independência no Moxico havia127 escolas, quando hoje tem 287 e que estão em construção mais nos municípios. O responsável provincial pelo sector da Educação, Ciências e Tecnologia  lembrou também que  há 40 anos a província do Moxico tinha 21 mil alunos e agora, 263.686 e o número de professores aumentou de 350 professores para 5.356.
Jones Pique, que considera “bastante encorajadores” aqueles números, disse que “depois da expansão do ensino geral”, o Governo Provincial tenciona desenvolver o técnico médio profissional nas áreas de construção civil, geologia e minas, energias renováveis, electricidade, agropecuária, apicultura, turismo e conservação do ambiente.
O director provincial da Educação, Ciências e Tecnologia lamentou que, apesar dos progressos registados, o número de professores não seja ainda suficiente e que “a solução é abertura de um concurso público”.
Jones Pique disse que, mesmo assim, o balaço dos 40 anos da Independência Nacional é bastante positivo a todos os níveis na província do Moxico.

Tempo

Multimédia