Províncias

Aumentou a quantidade de lixo recolhido no Luena

Cerca de 22 mil toneladas de lixo foram recolhidas no Luena, Moxico, em 2010, pela Empresa de Desenvolvimento e Crescimento de Angola (ADMC).

Cerca de 22 mil toneladas de lixo foram recolhidas no Luena, Moxico, em 2010, pela Empresa de Desenvolvimento e Crescimento de Angola (ADMC).
O director da empresa de capital privado, Alfredo Francisco Dembos, disse à Angop que, em comparação com o ano anterior, houve um acréscimo na ordem de 35 por cento devido ao aumento da população e à expansão das áreas periféricas.
No mesmo período, a ADMC empenhou-se na limpeza das sarjetas e valas de drenagem, o que permitiu a evacuação rápida das águas da chuva para o rio Luena, impedindo assim a progressão das ravinas em direcção à cidade. O responsável da empresa pediu a colaboração dos munícipes para depositar o lixo nos contentores distribuídos pela cidade nos horários estabelecidos, que vão das 17h00 às 6h00 do dia seguinte, e lamentou o comportamento de certos munícipes que insistem em depositar resíduos sólidos e meios ferrosos (chassis de carros e motores de viaturas) na via pública.
Para além de meios técnicos, em 2010 a empresa funcionou com 145 trabalhadores, entre técnicos e pessoal administrativo, divididos em dois turnos.

Tempo

Multimédia