Províncias

Cameia celebrou aniversário de elevação

O município da Cameia, na província do Moxico, completou domingo 48 anos desde que passou à categoria de concelho administrativo em 1965, data que está a ser comemorada com festividades que decorrem sob o lema “Unidos para o desenvolvimento da circunscrição”.

Sector da Educação na região foi o que mais cresceu com a construção de várias escolas
Fotografia: Dombele Bernardo

O programa festivo é preenchido por diversas actividades políticas, culturais e desportivas, com destaque para a palestra sobre “As potencialidades económicas do município” e “Drogas e gravidez precoce, suas consequências no seio da juventude”.
“O historial de Cameia”, narrado pelo administrador local, Rodrigues Chipango Acahua, descreve a essência do nome que deriva do soba Cameia, de linhagem luvale, morto pelos colonialistas portugueses durante a luta de resistência contra a ocupação.
O administrador apontou os ganhos que o município alcançou em vários sectores socioeconómicos, com realce para a educação e saúde. A municipalidade da Cameia conta actualmente com 302 professores que leccionam aulas da iniciação à 12ª classe, num universo de mais de 11 mil alunos distribuídos por 12 escolas de construção definitiva e outras de carácter provisório. No sector da Saúde, o administrador a­pontou como ganho, nos últimos 11 anos de paz, a construção e apetrechamento do hospital municipal, depósitos de medicamentos, centro materno infantil, duas casas para médicos e enfermeiros, entre outros.
O hospital possui um laboratório de análises clínicas e bloco operatório, serviços hospitalares que antes a população tinha de procurar noutras unidades fora do município, percorrendo vários quilómetros.
A massificação desportiva em diferentes modalidades, com destaque para o futebol, basquetebol, futsal e andebol, são outros ganhos apontados. Rodrigues Chipango mostrou-se preocupado com a falta de agências bancárias no município e com o fraco desenvolvimento do sector de hotelaria e turismo, apesar da circunscrição possuir muitas localidades de atracção turística, como as pedras rupestres de Cawewe1 e Cawewe 2, Parque da Cameia (o segundo maior do país, depois do Parque de Iona), Forte colonial da Cameia e outros lugares turísticos.
 Com uma população calculada em mais de 40 mil habitantes, na sua maioria camponeses, o município da Cameia, com sede na vila de Lumeje, esta localizado a  102 quilómetros a leste da cidade do Luena, capital da província do Moxico.

Tempo

Multimédia