Províncias

Casos de morte por malária preocupam hospital central

José Rufino | Luena

A chefe do banco de urgência do Hospital Provincial do Moxico, Margarida Rosa Luciano, disse quarta-feira ao Jornal de Angola que a malária causou a morte de pelo menos 16 pessoas, durante o mês de Outubro, facto que está a preocupar as autoridades locais.


Margarida Rosa Luciano referiu que se registaram ainda cinco óbitos causados por doenças respiratórias agudas, quatro por acidente vascular cerebral e nove por broncopneumonia. No período em análise foram registadas 783 entradas de pacientes com patologias diversas, que foram distribuídos nas áreas de cirurgia (50 casos), pediatria (473), medicina (181), ortopedia (47) e bloco operatório (8).
Aurélio José, chefe da hemoterapia do Hospital Provincial do Moxico, disse que a instituição só dispõe de 12 balões de sangue, número que não satisfaz a procura, pois em cada dia que passa aumenta o número de pacientes com necessidades de fazer transfusão de sangue.
O banco de sangue da hemoterapia do Hospital do Moxico é o único que atende todas as unidades sanitárias da província do Moxico.

Tempo

Multimédia