Províncias

Centenas de refugiados voltam a casa no Moxico

José Rufino | Luena

A Direcção Provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social no Moxico, durante o ano passado realojou 867 famílias provenientes do Congo de Democrático e da Zâmbia.

A Direcção Provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social no Moxico, durante o ano passado realojou 867 famílias provenientes do Congo de Democrático e da Zâmbia. Os angolanos repatriados receberam tendas, chapas, bens alimentares, roupa usada, instrumentos de trabalho para a agricultura e cadeiras de rodas para os deficientes. A informação foi prestada pela directora provincial, Ana Filomena Chipoia em declarações ao nosso jornal.
 “Atendemos também outras pessoas vulneráveis, como 386 seropositivos e 745 crianças em risco”, disse Filomena Chipoia, acrescentando que todas as acções se enquadram no programa do Governo Provincial que consiste em promover a melhorias na vida das populações. Quanto aos sinistrados das chuvas, Ana Filomena Chipoia disse ter apoiado durante o ano passado famílias afectadas nos municípios dos Bundas, Alto Zambeze e Moxico, com a entrega de meios de primeira necessidade.
 “Nós este ano vamos continuar a apoiar as famílias vulneráveis, vamos alargar os nossos ciclos móveis, para podermos inserir o maior número de crianças nos centros infantis comunitários, dar apoio aos idosos e pessoas com deficiência, contando certamente com o apoio do Governo Provincial e de algumas organizações não governamentais”, disse Ana Filomena Chipoia.
 Apesar das dificuldades verificadas no ano passado nas realizações de várias actividades, Ana Filomena Chipoia considerou que os resultados foram positivos porque foram cumpridos em grande parte os programas da Direcção e do Governo Provincial.

Tempo

Multimédia