Províncias

Centro médico necessita de ambulância

Narciso Chicuco | Luena

A falta de uma ambulância para a evacuação dos doentes condiciona o normal funcionamento do centro médico “Jesus Salva”, afecto à Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola (IEIA) na província do Moxico, disse ontem o director da instituição.

Fotografia: JAImagens | Edições Novembro

Numa entrevista ao Jornal de Angola, Jorge Domingos Caiongo lamentou o facto, dizendo que, apesar de o centro médico ter uma boa colaboração com o hospital geral na transportação de doentes, a presença de uma ambulância seria a melhor maneira para acudir casos de emergência. 
O centro médico “Jesus Salva” é uma unidade de referência, de carácter privado, que já funciona há 17 anos e conta com 25 enfermeiros e três médicos expatriados, de nacionalidade argentina.
Falando sobre a formação e capacitação do pessoal técnico, o responsável afirmou que aquela instituição sempre apostou na melhoria dos serviços de saúde e, como prova disso, enviou este ano alguns jovens que estão a frequentar cursos de Medicina na Universidade Piaget, em Luanda, numa perspectiva de contar no futuro com serviços de hemoterapia, estomatologia, radiologia, hemodiálise, ecografia e do bloco operatório.
O centro Jesus Salva está localizado no bairro Alto Campo, arredores da cidade do Luena, e regista diariamente mais de 200 pacientes. Desde Janeiro, diagnosticou 7.496 casos de patologias diversas, contra 20.050 do ano passado.
Jorge Domingos Caiongo apelou à população no sentido de fazer constantemente exames de rotina, para saber do seu estado de saúde.

Tempo

Multimédia