Províncias

Cidade do Luena acolheu reunião de medicina tradicional

Mais de 400 plantas medicinais, amostras de raízes e outros produtos estiveram expostos ao público, no Luena, em paralelo com Fórum Regional sobre política nacional de medicina tradicional e práticas complementares, que terminou ontem.

Mais de 400 plantas medicinais, amostras de raízes e outros produtos estiveram expostos ao público, no Luena, em paralelo com Fórum Regional sobre política nacional de medicina tradicional e práticas complementares, que terminou ontem.
 Na mostra participaram 48 expositores do Moxico, Lunda-Sul e Lunda-Norte e podem ver-se plantas com nomes tradicionais em tchokwe e luvale, como “mundoio”, utilizado no tratamento de dores de barriga, “mulondo” e “munanga kuaje”, para combater o paludismo e a febre tifóide, “wacassele” e “mufungo” para tratar gonorreia.
Também estiveram em exposição ervas, como “musese”, que depois de moída serve para uma fazer pomada que alivia a tosse, e outras empregues no tratamento de doentes que padecem de epilépticos.
No fórum, que reuniu governantes, peritos e terapeutas tradicionais daquelas três províncias, foram analisadas as práticas de medicina tradicional e a sua eventual incorporação no sistema nacional de saúde. 
Os participantes no encontro discutiram temas sobre controlo e fiscalização na comercialização de produtos naturais, incremento, diversificação e sustentabilidade na produção das plantas com fins medicinais e protecção da biodiversidade.

Tempo

Multimédia