Províncias

Ensino superior abre portas este ano

Samuel António| Luena

O início do ensino superior no Moxico, previsto para este ano lectivo, “vai contribuir, grandemente, na preparação de quadros capazes de atender, com maior eficiência, todos os desafios, principalmente no sector da Educação”, disse o director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia.

Ensino superior arranca este ano e professores são aconselhados a estudar
Fotografia: Jornal de Angola

O início do ensino superior no Moxico, previsto para este ano lectivo, “vai contribuir, grandemente, na preparação de quadros capazes de atender, com maior eficiência, todos os desafios, principalmente no sector da Educação”, disse o director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia.
Jones Abel Pique, que falava na comuna de Lucusse, no acto da abertura oficial do presente ano lectivo, pediu aos professores a adiram à formação superior, pois “a superação vai, cada vez mais, contribuir para a actualização dos conhecimentos e para o bem do ensino de qualidade na província”.
O director da Educação referiu que, apesar dos constrangimentos encontrados na execução da reforma educativa, os benefícios são visíveis, pois o índice de aproveitamento escolar é considerado satisfatório e as taxas de abandono escolar reduziram consideravelmente.
“A reforma educativa vigente tem como finalidade o melhoramento dos níveis de aprendizagem em todos os subsistemas do ensino”, frisou o director, acrescentando que “professores e alunos devem cumprir as orientações metodológicas em curso no sector da Educação”.
Jones Abel Pique lembrou que o analfabetismo é um obstáculo ao desenvolvimento social do país e disse que há a necessidade de se aumentar o número de alfabetizadores.
“Para responder à procura que se verifica na província, vão ser admitidos, através de concurso público, 926 novos professores, para todos os subsistemas de ensino, que se vão juntar aos aos 4.332 professores existentes”, revelou.
Na cerimónia foram entregues certificados aos finalistas do curso médio de formação de professores.

Tempo

Multimédia